Quadrant asymmetry in the angular distribution of the Cosmic Microwave Background in the Planck satellite data

Some peculiar features found in the angular distribution of the cosmic microwave background (CMB) measured by the Wilkinson Microwave Anisotropy Probe (WMAP) deserve further investigation. Among these peculiar features, is the quadrant asymmetry, which is likely related to the north-south asymmetry. In this paper, we aim to extend the analysis of the quadrant asymmetry in the ΛCDM framework to the Planck foreground-cleaned maps, using the mask provided by Planck team. We compute the two-point correlation function (TPCF) from each quadrant of the Planck CMB sky maps, and compare the result with 1000 Monte Carlo (MC) simulations generated assuming the ΛCDM best-fit power spectrum. We detect the presence of an excess of power in the southeastern quadrant (SEQ) and a significant lack of power in the northeastern quadrant (NEQ) in the Planck data. Asymmetries between the SEQ and the other three quadrants (southwestern quadrant (SWQ), northwestern quadrant (NWQ), and NEQ) are each in disagreement with an isotropic sky at a 95\% confidence level. Furthermore, by rotating the Planck temperature sky map with respect to z direction, we showed the rotation angle where the TPCF of the SEQ has its maximal power. Our analysis of the Planck foreground-cleaned maps shows that there is an excess of power in the TPCF in the SEQ and a significant lack of power in the NEQ when compared with simulations. This asymmetry is anomalous when considering the ΛCDM framework .

Acesse agora: http://arxiv.org/abs/1311.0714

Escrito por

Nascida na capital federal, morei nos EUA, Itália e atualmente me encontro no país mais populoso do mundo. Isso mesmo, estou morando na China, mais precisamente na cidade de Hefei. Sinta-se a vontade para procurar essa pequena cidade (para os parâmetros chineses) de mais de 7 milhões de habitantes no mapa. Sou formada em Física pela Universidade de Brasília e PhD em astrofísica pela universidade de Roma. Sempre ávida por dividir conhecimento, não somente no campo das ciências, mas também as minhas experiências pessoais , preferências literárias, etc. O leque é muito grande, então por simplicidade, digamos que gosto de debater sobre tudo e sobre nada, sobre qualquer coisa der na telha.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s